Colmeia de Pirapetinga se reúne para tratar sobre ações ambientais no município

64

Os integrantes do Coletivo Local de Meio Ambiente (Colmeia) de Pirapetinga voltaram a se reunir para tratar das estratégias e das novas ações do Programa Pró-Mananciais da Copasa no município. O programa visa construir coletivamente o sentimento de pertencimento da população à microbacia da região onde está inserido.

Realizada no dia 28 de setembro, na sede da Prefeitura Municipal, a reunião discutiu sobre a continuidade dos trabalhos em campo, onde estão sendo realizados os diagnósticos das propriedades rurais ao longo da bacia do rio Pirapetinga e fizeram também um alinhamento das ações para a realização da Oficina do Futuro – iniciativa onde a comunidade é convidada a discutir sobre os problemas da bacia, ajudar a propor soluções para as dificuldades encontradas e a participar da implementação do plano de ações desenvolvido a partir de então. Os participantes também deliberaram sobre a importância da inclusão de um membro da Secretaria Municipal de Saúde no Coletivo.

“As reuniões do Colmeia em Pirapetinga são sempre bastante produtivas e com resultados muito positivos e, dessa vez, não foi diferente. Sabemos o quanto esse trabalho é importante e não medimos esforços para que ele siga sendo desenvolvido da melhor maneira possível”, declarou Marco Luiz Teixeira, membro da equipe ambiental da Copasa, que participou do encontro. Ele lembrou ainda que o manancial é utilizado para a captação de água não só para o município de Pirapetinga, como também para Leopoldina e que a atuação dos dois grupos de Colmeias têm sido de extrema importância para a preservação da bacia.

Estiveram presentes ainda na reunião: Paulo Henrique de Oliveira, da equipe ambiental da Copasa; Aline Martins de Vita, diretora técnica de Meio Ambiente, da Prefeitura Municipal de Pirapetinga; Evaristo Peixoto, chefe de Serviços de Vigilância Sanitária do município; Leandro Bastos da Costa, diretor da Estratégia de Saúde de Pirapetinga; Patric Domingues, secretário municipal de Meio Ambiente e Wellington Andrade, secretário municipal de Obras.

Importante salientar que o Colmeia é o grupo responsável por avaliar a necessidade e a viabilidade das atividades no cardápio do programa de maneira assertiva no município. Para isso, o Coletivo conta com representantes de vários segmentos que ajudam a promover discussões; elaborar, planejar e fiscalizar as ações; e acompanhar as atividades do plano de ações para os mananciais contemplados.

Sobre o Pró-Mananciais

Criado pela Copasa em 2017, o Pró-Mananciais atua na mobilização da comunidade e de instituições parceiras. Em Pirapetinga, o programa está presente desde 2021.
A atuação socioambiental da Copasa é pautada na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e em seus respectivos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além dos dez princípios do Pacto Global.
O Pró-Mananciais integra, ainda, o ODS 15, que consiste em proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação e deter e reverter a degradação da terra, evitando a perda de biodiversidade.

COMUNICAÇÃO – PREFEITURA DE ALÉM PARAÍBA – 10/10/2023